Resenha Espírita

Edição: Julho/2004
Última atualização: 02/julho/2004
Editorial

A Doutrina Espírita traz esclarecimentos valiosos acerca da fé, principalmente para os seus adeptos.

O cuidado em exercitar-se a reflexão como meio de assegurar uma fé raciocinada, resistente às crises materiais e morais, é um dos aspectos mais importantes nessa matéria.

Isso a ponto de muitos de nós, espíritas empolgados e desatentos, apresentarmos um mal disfarçado preconceito quanto à postura de crença e fé de profitentes dessa ou daquela religião ou corrente filosófica.

É como se apenas nós tivéssemos uma postura amadurecida em matéria de fé. Nada de imagens, santinhos, promessas, oferendas, etc.

Um ponto pacífico é que o Espiritismo oferece uma ferramenta poderosa para o crescimento moral e fortalecimento efetivo da fé. Uma fé sem imposições, refletida e sentida, como necessita o Homem do terceiro milênio.

Porém, o aperfeiçoamento pessoal e o amadurecimento da fé depende do trabalho de cada um. Moral não se recebe de herança nem fé se compra em Supermercado.

Não é por acaso que tantos de nós estamos desencarnando mal. Vejam-se os espíritas que, apesar dos postulados doutrinários, apresentam-se ansiosos, aflitos em excesso com questões materiais, com o "fim do mundo" e com tantas coisas transitórias e de menor importância.

Antes de criticarmos a visão alheia de fé, devemos avaliar profunda e honestamente a nossa própria. Discutir e repensar a fé em termos espíritas não é tema apenas para reuniões no Centro. É impositivo da hora, necessidade imediata e fundamental para enfrentarmos com serenidade as provas e expiações de nosso tempo.

A edição impressa da Resenha Espírita está completando 20 anos de circulação.

Agradecemos os votos fraternos de nossos leitores,
que nos estimulam a trabalhar, com mais disposição,
pela divulgação da Doutrina Espírita.

Volta ao topo da página
Inicial Obras Básicas Matérias Notícias Quadrinhos Links Livros Arquivo

Fale conosco: resenha@resenhaespirita.com