Resenha Espírita
Brasília/DF - Brasil
Edição: Agosto/2009
Última atualização: 28/janeiro/2010
Página Inicial

Joanna de Angelis
Vida Feliz,
psic. Divaldo Franco, ed. Leal


LXX

Ninguém colhe em seara alheia,
que não haja semeado,
no que diz respeito aos valores morais.
Cada um é herdeiro de si mesmo.
Espírito imortal que é,
evolui de etapa em etapa,
como aluno em educandário de amor,
repetindo a lição quando erra
e sendo promovido quando acerta.
Assim, numa existência dá prosseguimento
ao que deixou interrompido na outra,
corrige o que fez errado
ou inicia uma experiência nova.
O que, porém, não realiza por amor,
a dor o convocará a executar.

Guaíba no crepúsculo - Porto Alegre/RS - © Adilson Rego

Joanna de Ângelis

Atitudes






Emmanuel

Iluminemos o Santuário






André Luiz

Perante os Espíritos Sofredores
Celso Martins

Foi em 1985. Li num jornal esperantista que se edita na Bélgica esta anedota. Numa passagem de nível em dada cidade européia um trem atropela mortalmente um cidadão. Fez-se aquele tumulto que você pode imaginar: bombeiros, ambulância, polícia, curiosos, jornalistas. Um moço se aproxima de uma senhora mãe de família e pergunta: - O que aconteceu? Resposta da matrona: - Não foi nada grave, não. Apenas morreu um negro distraído!

Editorial Obras Básicas Matérias Entrevista Quadrinhos Links Arquivo

Fale conosco: resenha@resenhaespirita.com.br