Resenha Espírita
Brasília/DF - Brasil
Edição: Março/2010
Última atualização: 05/maio/2010
Editorial

Problemas de saúde ocorrem com todas as pessoas. A internação hospitalar motivada por uma enfermidade qualquer, nossa, de familiares ou de amigos, traz consigo, frequentemente, medo, aflição e tristeza.

Os padecimentos do enfermo no leito hospitalar, dia após dia, e as dúvidas sobre a recuperação da saúde angustiam e entristecem os familiares. Nos casos mais graves, a perspectiva de uma separação "definitiva", ocasionada pela morte do corpo abre caminho para apreensão, revolta e dor.

Muitos de nós passamos a nos considerar esquecidos de Deus, e enveredamos pelo desânimo, questionando por que estamos sofrendo, passando por tal provação, enquanto outros estão felizes, gozando os prazeres da vida...Sofrer sem saber o porquê do sofrimento, aumenta a dor.

Mas a Doutrina Espírita torna disponível uma série de ensinamentos esclarecedores, que garantem consolo, conforto e corajem ao que sofre e aos que veem seus entes em sofrimento.

Ela explica as causas do sofrimento e mostra a forma pela qual podemos tratá-lo de um modo mais equilibrado. Ensina que não estamos desamparados, que bons espíritos zelam pelo familiar enfermo e por nós também. Esclarece que a prece é importante, porque nos fortalece e sintoniza com os amigos espirituais que podem nos auxiliar a enfrentar as fases dolorosas da vida.

Se o ano começa com dores e sofrimentos, é importante lembrar que, como Deus é justo, ninguém sofre sem motivos. Todo sofrimento tem uma causa que surgiu nessa ou em outra vida e que, nesses momentos, os bons espíritos estão nos amparando. Resta para nós a tarefa de desenvolver nossa coragem, paciência, resignação e bom ânimo, condição para atravessarmos seguros as dificuldades de nosso processo de evolução.

Volta ao topo da página
Inicial Obras Básicas Matérias Entrevista Quadrinhos Links Arquivo

Fale conosco: resenha@resenhaespirita.com.br